Um novo dia, do novo ano?

A reconstrução da farsa dos nossos governantes locais é natural. Eles não justificam a história, apenas estórias mediatizadas. Governador e prefeito passam férias e pousam em pistas livres de tráfego, sempre com algum tráfico de influências. A mesma influência do melhor secretário estadual de transportes das últimas décadas.

Por todo o prolongado feriado, o sistema de transporte deixou a demonstração cabal da incompetência da sua secretaria.

Ônibus vazios ou inexistentes para o fluxo demandado. Pontos confusos para os moradores e para os transitórios turistas.

Enquanto isso, o lixo espalhado qualificava os educados transeuntes extraordinários. Todos monitorados por câmeras espalhadas nos pontos estratégicos de uma Zona Sul, em tese preparada para a guerra. Se considerado o dispositivo bélico de um efetivo policial totalmente despreparado para atuar preventivamente, como se constatou no único evento noticiado, entre tantos, sem ocorrência formal ou mediática. Resultado 12 feridos com balas da PM, com uma corregedoria se monitoramento externo. Para a segurança “pública” somos potenciais inimigos dos representantes e dos tutores.

A falta d’água no Leblon apenas completa o quadro das lavanderias dos guardanapos parisienses.

A rua é sua. A rua é nossa. É de quem quiser. De quem vier!

2014 já começou…

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s