Pensando o Rio sem risos

O Rio Olímpico vai mostrando sua cara mediática. Sempre mediática. Para cada área pacificada na rota celestial, o roteiro em pauta segue uma metodologia de desvios naturais, sempre encobertos por guardanapos. Era a Maré, mas o Francisco furou a fila, nada franciscana, do ausente planejamento, reservado para o limitado cinturão de proteção da Zona Sul. Zona Sul? Apenas um detalhe da insegurança analisada por consultores prontos à tornar o cotidiano, um concorrente ato de seguranças privadas espalhadas aleatoriamente pelos bairros. Uma câmera ali, um sujeito armado lá, um olhar desconfiado entre os dois, um vizinho desatento, outro contribuinte ao relento. Com muito cuidado escondemos as informações. Um traficante escolhe um jogador, como desculpa para despejar sua raiva infantil sobre a menina descolorida. Sete tiros na lei Maria da Penha, enquanto as Marias engravidam pelas comunidades pacificadas por policiais formados nas mesmas fileiras das mineirinhas. Um carro atropela um ciclista. Um ônibus inaugura uma portaria, depois de algumas fechadas de fachada. Mortes, assaltos, estupros, torturas, ameaças, para que no domingo descansemos com fraturas expostas televisionadas pelo mesmo canal monopolizador da ética pacífica do UFC, em busca de campeões de audiência. Há os que querem acordar o distante cidadão, esquecendo do vizinho amigo, bem real, sem nenhuma virtualidade… Na terrinha do inocente príncipe Havelange, os guardanapos procuram agora terroristas, como um sinal de modernidade. Bolhas, balas, bolas, bicos, batas e BomBas. Cuidado com os atos, o próximo texto poderá ser seu!

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s