Desocupação do acampamento Pinheirinho (São José dos Campos) em questão

Carta do conselheiro Don David Pérez Ramos da Prefeitura Municipal de Tocina – Los Rosales do grupo político Iniciativa Cidadã pela Transparência (Sevilha, Espanha)

Aos cuidados de:
Secretaria Geral da Presidência da República
Sr. Governador de SP Geraldo Alckmin
Sr. Prefeito de SJC Eduardo Cury
Juíza Márcia Faria M. Loureiro

Diante da alarmante situação criada pela massiva presença policial e a ordem judicial de desocupação do acampamento Pinheirinho (São José dos Campos), queremos, em primeiro lugar, manifestar desde o conselho da prefeitura de Tocina – Los Rosales, nossa inteira solidariedade com os moradores do Pinheirinho

Queremos, ainda, rechaçar a decisão da juíza Márcia Faria Mathey Loureiro e a intimidação policial a esta população de mais de 7.000 moradores.
Se os moradores resolverem resistir, com justa razão, à desocupação, à decisão adotada pela juíza e à massiva presença policial, só se pode prever um banho de sangue.

Esta atitude, que é injustificável em qualquer caso, é mais inaceitável ainda quando existia um acordo praticamente fechado para a regularização da área e o assentamento dos moradores nesses terrenos. Um acordo que envolvia os governos Federal e Estadual.

Por tudo isso, como conselheiro da prefeitura de Tocina-Los Rosales, exijo do Governo do Sr. Alckmin, responsável pela segurança pública do Estado de São Paulo, que não autorize a desocupação, evitando, assim, que se produza uma tragédia.

Dia 11 de janeiro de 2012

Versão original em espanhol:

EN DEFENSA DE LOS POBLADORES DE PINHEIRINHO
No al Desalojo

Carta del Concejal Don David Pérez Ramos del Ayuntamiento de Tocina- Los Rosales del grupo político Iniciativa Ciudadana por la transparencia (Sevilla. España)

A la atención de:
Secretaria Geral da Presidência da República
Sr. Governador de SP Geraldo Alckmin
Sr. Prefeito de SJC Eduardo Cury
Juíza Márcia Faria M. Loureiro

Ante la alarmante situación creada por la masiva presencia policial y la orden judicial de desalojo del campamento de Pinheirinho, (Sao José dos Campos), queremos, en primer lugar, manifestar desde la concejalía del ayuntamiento de Tocina- Los Rosales nuestra entera solidaridad con los vecinos de Pinheirinho

Queremos así mismo rechazar la decisión de la jueza Márcia Faria Mathey Loureiro y la intimidación policial a esta población de más de 7.000 vecinos.

Si los vecinos resuelven resistir, con justa razón, el desalojo, la decisión adoptada por la jueza y la masiva presencia policial solo pueden que hacer presagiar un baño de sangre.

Esta actitud, que resulta injustificable en cualquier caso, es más inaceptable aún cuando existía un acuerdo prácticamente cerrado para la regularización del área y el asentamiento de los vecinos en esos terrenos. Un acuerdo que involucraba a los gobiernos de Federal y Estadual.

Por todo ello, como concejal del Ayuntamiento de Tocina-Los Rosales, exijo al Gobierno del Sr. Alckim, responsable de la seguridad pública del Estado de Sao Paulo, que no autorice el desalojo evitando así que pueda producirse una tragedia.

Día 11 de Enero de 2012

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s