Um poético repórter ESSO

Leme em segundos…
Cadê a rua? O espaço fecharam
Cadê o telefone? O fio cortaram
Cadê a água? O cano furou
Cadê a água parada? A parada da dengue aproveitou
Cadê o gás? Continua vazando
Cadê a calçada? O fiscal alugou
Cadê o fiscal? Ninguém viu
Cadê o ônibus? As vans retiraram
Cadê o fiscal? Ninguém fala
Cadê a praça nova? A nova obra destruiu
Cadê o fiscal? Ninguém ouve
Cadê a árvore? O fantasma envenenou
Cadê a floresta? A queimada levou
Cadê a queimada? Uma casa subiu
Cadê a casa? Já está alugada
Cadê o aluguel? Ficou no bolso
Cadê o bolso? Ninguém viu
Cadê a família? O assistente social removeu
Cadê o removido? Com medo ficou
Cadê a Igreja? Na trilha ecológica ficou
Cadê a tolerância religiosa? O capelão policial acabou
Cadê a polícia florestal? Hoje subiu
E a UPP? Deixa prá lá!!!
E eu? Só me cobram impostos e me filmam, quando não ameaçam…
Esperamos como?

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s